Depois de conhecer um pouco mais sobre a etnia italiana, chegou a vez da alemã. A presença da etnia alemã também é forte em Santa Catarina e a herança dos seus colonizadores é preservada até os dias de hoje, seja na arquitetura, na gastronomia, na língua ou nos costumes.

Vamos juntos saber um pouco mais sobre a cultura alemã no Estado?

 

Colonização

A imigração alemã em Santa Catarina começou em torno de 1828. Essa região foi ocupada por alemães que vieram de diversas partes da Alemanha. Naquela época, Santa Catarina se resumia à uma cidade, Desterro, e três vilas: Laguna, Lages e São Francisco e predominava a população de origem lusitana. No entanto, o maior afluxo de imigrantes aconteceu a partir de 1850, com a fundação das colônias que hoje constituem as cidades de Blumenau, Brusque e Joinville.

Muitos dos imigrantes alemães e descendentes distinguiram-se no campo das artes, das ciências e da economia catarinense. As principais contribuições dos imigrantes foram a ênfase na educação e a valorização da sua cultura, de maneira que as práticas do associativismo e da sociabilidade passaram a ser uma constante entre estes imigrantes e seus descendentes; são manifestações que se mantêm vivas até os dias atuais.

 

Gastronomia

A gastronomia alemã é lembrada pelos ingredientes marcantes. Nos pratos típicos da Alemanha, os protagonistas são a carne de porco, o repolho, a batata e as salsichas.

Para você colocar a mão na massa, selecionamos uma receita pra lá de tradicional para os alemães: eisbein com chucrute. Esta é uma comida típica alemã que costuma causar certo estranhamento aos estrangeiros.  No entanto, o eisbein nada mais é do que o joelho de porco cozido. Ele normalmente é preparado com especiarias e servido com batatas e chucrute.

Vamos colocar a mão na massa? Confira a receita:

Eisbein (joelho de porco) com chucrute

Ingredientes

2 joelhos de porco salgado

4 folhas de louro

1 ramo de alecrim

1 ramo de coentro ou coentro em grão a gosto

1 pedaço de pau de canela

2 litros de água (aproximadamente)

½ xícara (chá) de molho de soja

1 colher (sopa) de mel

 

Chucrute

1 kg de chucrute (repolho em conserva)

100 g de toucinho moído

1 cálice de vinho branco

1 xícara (chá) de água

2 a 3 folhas de louro

1 colher (sopa) de zimbro ou mostarda em grãos

 

Modo de preparo

Deixe o joelho salgado de molho na água por 1 hora para eliminar o sangue e o excesso de sal. Numa panela de pressão coloque o joelho, o louro, o alecrim, o coentro e a canela. Cubra com água e cozinhe por 1 hora. Retire, escorra e transfira para uma assadeira. Misture bem o molho de soja e o mel e besunte o joelho. Leve para assar em forno médio (200ºC) por 15 minutos. Sirva com chucrute e mostarda escura.

Chucrute

Lave o chucrute e esprema para retirar a água. Numa panela, derreta o toucinho, refogue o chucrute, mexendo bem. Adicione o vinho, a água, o louro, o zimbro ou a mostarda, tampe e deixe cozinhar em fogo baixo 15 minutos. Sirva em seguida.

 

Festas típicas

Você sabia que o povo alemão é um dos maiores consumidores mundiais de cerveja? Bom, sendo assim, você já deve imaginar que também é um povo que adora festas. Em Santa Catarina, principalmente durante o mês de outubro, não faltam opções para se divertir ao som das bandinhas alemãs e apreciar a deliciosa gastronomia germânica.

Confira as principais festas típicas alemãs de Santa Catarina:

 

– Oktoberfest: A festa foi inspirada na festa alemã, que teve origem em 1810 em Munique. Em Blumenau, a Oktoberfest teve sua primeira edição em 1984 e logo demonstrou que seria um evento para entrar na história. A Oktober acabou fazendo de Blumenau o principal destino turístico de Santa Catarina no mês de outubro. Gastronomia típica, apresentações culturais, desfiles, música, dança e muito chopp são as grandes atrações do evento, que acontece no Parque Vila Germânica.

Distância do Hotel Internacional Gravatal até a cidade de Blumenau: 295 Km.

 

– Sommerfest: A festa acontece no mesmo local da Oktoberfest, em Blumenau, durante o verão – entre os meses de janeiro e fevereiro. Pratos típicos, diversos tipos de cervejas, desfiles e bandinhas fazem parte da programação.

Distância do Hotel Internacional Gravatal até a cidade de Blumenau: 295 Km.

 

– Schützenfest: A Festa dos Atiradores (em alemão), em Jaraguá do Sul, resgata as tradições germânicas dos clubes de caça e faz parte do Calendário das Festas de Outubro de Santa Catarina. Nos 10 dias de comemoração, há competições de tiro, bailes, desfiles, apresentações folclóricas e comidas típicas.

Distância do Hotel Internacional Gravatal até a cidade de Jaraguá do Sul: 327 Km.

 

– Fenarreco: Em Brusque, a principal atração da Fenarreco é o “Ente mit Rotkohl”, ou seja, o marreco recheado com repolho roxo. Além do marreco, outros pratos da culinária alemã, chopp, música e danças típicas fazem parte da programação da festa. O evento faz parte do calendário das Festas de Outubro de Santa Catarina e é realizado no Pavilhão de Eventos Maria Celina Vidotto Imhof.

Distância do Hotel Internacional Gravatal até a cidade de Brusque: 241 Km.

Para curtir as festas típicas alemãs, tomar aquele chopp e retornar com segurança ao Hotel Internacional Gravatal, organize seu passeio utilizando o serviço de aluguel de vans. Quem se hospeda no Hotel Internacional Gravatal pode contar com a L&M Turismo e Receptivo, de Termas do Gravatal. Mais informações aqui.

 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a etnia alemã em Santa Catarina? Venha se hospedar no Hotel Internacional Gravatal para desfrutar de tudo isso e muito mais! Faça a sua reserva!


Hotel Internacional Gravatal – Termas do Gravatal