A população de Santa Catarina foi formada por povos de diversas etnias. A colonização por diversos povos é o que faz do nosso Estado um lugar único e rico em cultura. Em cada município, a arquitetura típica, os monumentos, a gastronomia e os costumes remetem à tradição de seus colonizadores, sendo possível encontrar uma grande variedade de estilos.

Confira um pouco sobre cada etnia presente em Santa Catarina:

 

– Italiana

Você sabia que quase metade da população catarinense é descendente de italianos? Esse é um dos motivos que faz com que a cultura italiana seja tão fortemente preservada no estado de Santa Catarina, principalmente quando o assunto é gastronomia. Para muitos italianos, a culinária é um dos elementos mais importantes de sua cultura. E vamos combinar, ninguém dispensa uma pizza e um bom vinho, não é mesmo? As peças de salame, polenta, queijos e torresmo também são destaques da culinária italiana.

 

– Alemã

A tradição alemã também é forte em Santa Catarina. Em outubro, com as festas típicas, fica ainda mais evidente a cultura e os costumes desses colonizadores. O sul e o Vale do Itajaí são as regiões do estado onde é possível conferir de perto a herança desses colonizadores com mais facilidade. As casas em estilo enxaimel e a gastronomia típica, com iguarias como o marreco recheado, joelho de porco e salsichão, são os grandes atrativos dessa cultura. Ah, e não poderia faltar uma cerveja ou um chopp, não é mesmo?

 

– Portuguesa

Na costa catarinense é onde se vive a tradição portuguesa com mais força. Se você aprecia um prato feito à base de peixe, então você é fã dessa cultura. Na grande Florianópolis, por exemplo, a antiga tradição do artesanato português é representada nos trançados de rede, rendas de bilro e na confecção de esteiras, balaios e gaiolas. Pelo litoral, também se vê traços desse povo na arquitetura, no casario colonial e nas igrejas seculares que remete à religiosidade do povo.

 

– Polonesa

Presente no cotidiano de catarinenses de várias regiões de Santa Catarina, a cultura polonesa pode ser observada em diferentes aspectos, seja por meio de pratos gastronômicos, danças típicas ou pela língua polonesa, preservada em algumas comunidades. Os primeiros imigrantes começaram a chegar em Santa Catarina em 1869, na cidade de Brusque, no Vale do Itajaí, considerada o berço da cultura.

 

– Africana

Os negros participaram da formação do povo catarinense desde os primeiros povoados e contribuíram, desde o princípio, para a evolução econômica da região, por exemplo, como tropeiros, vaqueiros, mineiros, trabalharam na lavoura, na pesca da baleia, na construção de estradas de ferro e em afazeres domésticos. Na culinária, a herança deixada pode ser apreciada em um delicioso vatapá, bobó de camarão, feijoada e dobradinha. É de dar água na boca.

 

– Árabe

É certo que as etnias com maior expressão em Santa Catarina são as italiana, alemã, portuguesa e polonesa. Mesmo assim, em um estado tão rico em diversidade, os árabes também marcam presença, se destacando em áreas como o comércio, indústria, turismo, na medicina e até na política. Os restaurantes de comida árabe crescem e conquistam cada vez mais adeptos de um quibe cru, kafta, esfiha e até o tradicional carneiro assado. Uma delícia, não é mesmo?

 

– Espanhola

A etnia espanhola teve grande importância no desenvolvimento das carboníferas da região de Criciúma. Além dos conhecimentos de mineração, eles trouxeram receitas centenárias para a região. Os espanhóis servem pratos como variedades de paellas, ostra gratinada, carne de siri, carne suína assada, camarão, lagosta e salmão. A paella, prato mais conhecido da etnia espanhola, faz sucesso nas mesas de diversos restaurantes catarinenses.

 

Gostou de saber um pouco sobre cada etnia presente em Santa Catarina? Nas próximas postagens vamos falar um pouco mais sobre cada uma delas. 

Nosso estado é rico em cultura! Venha conhecer e se hospedar no Hotel Interacional Gravatal! Faça a sua reserva!

 

Hotel Internacional Gravatal – Termas do Gravatal